Você precisa saber o que é procrastinação e como ela pode prejudicar no desenvolvimento da sua vida.

Primeiramente, vamos imaginar a seguinte situação:

Sexta-feira, 15 horas aproximadamente, e você lembra que tem uma grande tarefa para ser entregue na primeira hora da segunda-feira.

No entanto, um pensamento comum que geralmente acontece é você lembrar que ainda tem todo o sábado e o domingo para fazer a tarefa.

Sendo assim, eu não preciso dizer como isso vai terminar.

A procrastinação acontece quando você pensa estar fazendo algo de bom, mas que na verdade acaba prejudicando você de alguma forma.

O pior de tudo é a culpa, que geralmente aparece depois de um determinado período, como:

  • Se eu tivesse começado esse negócio antes não estaria passando por isso agora.
  • Porque eu não comecei a minha preparação antes.
  • Se eu tivesse estudado um “pouquinho” mais, com certeza teria conseguido.
  • Ah se arrependimento matasse.
  • E por ai vai.

Inevitavelmente, o “SE” e o “PORQUE” mais cedo ou mais tarde vão aparecer nas suas argumentações.

O Que é Procrastinação

o-que-e-procrastinacao
Imagem: Pixabay

Certamente, em algum momento da vida você já procrastinou.

Sim, é praticamente impossível alguém que nunca tenha passado por uma situação semelhante.

Em poucas palavras, a procrastinação é outro nome que colocamos na preguiça.

Ou seja, adiar ou prolongar uma situação.

Tecnicamente, significa a troca de metas de longo prazo por uma gratificação imediata.

Provavelmente você já deixou em segundo plano uma atividade por conta da dificuldade.

Isso acontece, porque geralmente acabamos priorizando aquilo que é mais rápido e prazeroso.

Origem da Palavra

A palavra procrastinar é originada do latim: Pro + Crastinatus.

  • Pro – significa “à frente”.
  • Crastinatus – “de amanhã.

Ou seja, em tradução literal, “à frente de manhã”.

Porque Acontece a Procrastinação

Se você prestar atenção, vai perceber que geralmente deixamos para depois aquelas tarefas que não gostamos e também não temos tanto interessante.

A palavra mais correta seria “Falta de Tesão” mesmo.

Naturalmente, o nosso cérebro tem um mecanismo de defesa, que funciona da seguinte forma:

  • Economizar energia.
  • Não prejudicar a si mesmo.

Logo, sempre vamos dar preferência àquilo que nos dê mais prazer e também seja mais fácil e gratificante.

Além disso, também existem algumas situações com maior potencial de causar a procrastinação, como:

  • Ausência de prioridades.
  • Falta de metas e objetivos bem definidos.
  • Tarefa chata e cansativa.
  • Complexidade da tarefa.
  • Excesso de atividades.
  • Medo de não ser capaz de concluir o que foi proposto.
  • Preocupação em não alcançar um bom resultado.
  • Falta de motivação.

Além disso, a causa da procrastinação também está diretamente ligada à gratificação instantânea, como assistir um bom filme ao invés de estudar para aquela prova.

Nesses casos, o ponto principal é identificar o problema e estudar formas de evitar que isso aconteça frequentemente.

Principais Tipos de Procrastinadores

Basicamente, existem dois principais tipos de procrastinadores: o relaxado e o tenso-nervoso.

1 – Relaxado

O procrastinador relaxado é aquele que considera as suas obrigações entediantes.

Ele não vê impacto negativo se deixar de fazer alguma tarefa.

Desse modo, ele prefere usar a sua energia naquilo que seja mais agradável.

2 – Tenso-nervoso

Por sua vez, o procrastinador tenso-nervoso é aquele que tem consciência das suas obrigações.

Entretanto, por “N motivos”, acaba não fazendo e sempre adiando para o dia seguinte na esperança de que tudo será melhor.

Esse tipo de procrastinador tem a clara noção que precisa relaxar agora, para estar melhor preparado depois.

Por exemplo, amanhã estarei mais descansado e vou conseguir fazer a tarefa mais rápido.

Porém, o que acontece mais uma vez é a repetição desse ciclo.

Consequentemente alguns sintomas negativos começam aparecer, como estresse, culpa e nervosismo até o ponto de prejudicar a sua saúde.

O procrastinador tipo tenso-nervoso normalmente sente-se dominado por pressão, irreal quando trata-se de tempo, incerto sobre seus objetivos e muitos outros sentimentos negativos.

Outros Tipos de Procrastinadores

Também existem outros tipos de procrastinadores, que você precisa conhecer.

Geralmente, mesmo sem perceber, todo mundo se encaixa em pelo menos um tipo de procrastinação.

Então, acompanhe abaixo uma pequena lisa exemplificativa com alguns tipos e veja se você se identifica com algum:

1 – Deprimido

Esse procrastinador adia frequentemente as suas obrigações.

Ele considera as tarefas desagradáveis.

Em geral, os seus atos estão bastante ligados à falta de motivação.

2 – Distraído

O procrastinador distraído está diretamente ligado à falta de concentração.

E logicamente, essa distração sempre será mais prazerosa que a tarefa propriamente dita.

É aquela pessoa que assiste a uma vídeo aula e quando percebe está navegando nas redes sociais.

E claro, essa perda de foco sempre se alonga por um bom período de tempo.

Uma boa dica é fazer uso de algumas técnicas, como a “Técnica Pomodoro”, por exemplo.

3 – Intencional (Sob Pressão)

Essa pessoa, mesmo de forma inconsciente, acaba procrastinando de forma intencional.

Isso acontece porque gosta de adrenalina, daquela pressão, e acredita que dessa forma consegue trabalhar melhor.

Esse procrastinador acredita que desse modo vai conseguir direcionar todo o seu esforço e energia para conseguir realizar uma tarefa.

E por incrível que pareça, para algumas pessoas isso funciona.

Entretanto, acredito que não valha a pena fazer uma atividade assim, porque também é grande a possibilidade de acontecer algum imprevisto.

4 – Ocupado (Sobrecarregado)

Nessa situação, o indivíduo tem muitas coisas para fazer, que nem sabe por onde começar.

Dessa forma, é bastante comum que aconteça um bloqueio mental capaz de impedir o primeiro passo para começar o trabalho.

Geralmente essa pessoa é tão ocupada, que acaba por não conseguir realizar as tarefas mais importantes.

Essa sobrecarga pode acontecer pela decisão de alguém com mais autoridade, como o seu chefe, por exemplo.

5 – Perfeccionista

Este tipo de procrastinador tenta evitar erros por medo de ser criticado.

Isso acontece por causa do foco excessivo nos pequenos detalhes, que acabam consumindo todo o seu tempo de trabalho.

Ele sempre espera o momento ideal para começar uma determinada tarefa.

Como consequência acaba não produzindo resultados.

Isso significa que dificilmente terminam aquilo que começam.

6 – Planejador (Fazedor de Listas)

É aquela pessoa que planeja tudo aquilo que precisa ser feito, geralmente por meio de listas.

Estuda o problema, pergunta para outras pessoas e procura soluções inteligentes para fazer a tarefa.

No entanto, apresenta uma grande dificuldade para colocar em prática.

7 – Preocupado

Semelhante ao perfeccionista, é aquele que tem um grande medo de não alcançar um bom resultado na realização da tarefa.

Fica preocupado com o tempo, com os recursos e o medo de fracassar e ser considerado incapaz.

Dessa forma acaba adiando as tarefas para outro momento.

Consequências da Procrastinação

A procrastinação certamente é um dos maiores inimigos da produtividade.

Como já mencionado anteriormente, ela significa deixar de fazer agora para fazer depois.

Sendo assim, podemos concluir que ela não representa algo positivo.

Isso porque, deixar as coisas para a última hora poderá trazer algumas consequências, como:

  • Ansiedade.
  • Baixa qualidade.
  • Culpa.
  • Depressão.
  • Estresse.
  • Insegurança.
  • Mau humor.
  • Nervosismo.

Com isso você acaba ficando parado e talvez experimentando a pior consequência de todas, que é o grande risco de não alcançar os seus objetivos pessoais e profissionais.

Conclusão

Como você pode ver, existem várias formas de procrastinar.

Inicialmente, ela pode não causar maiores problemas.

No entanto, com o decorrer do tempo, isso pode se tornar uma rotina e você perderá o controle da situação.

Além disso, a procrastinação certamente atrapalha o desempenho de qualquer pessoa.

Você não consegue concluir as suas tarefas de forma correta.

Parece que seus objetivos ficam cada vez mais longe da realidade.

Além das consequências negativas que você poderá enfrentar.

Por isso, é extremamente importante combater esse hábito.

Para eliminar esse mal experimente começar com atitudes simples, como não esperar mais a soneca do telefone tocar para levantar, por exemplo.

Estipule apenas um horário para conferir as redes sociais, entre outros.

São as pequenas ações que vão ajudar você a se livrar desse grande mal, que é a procrastinação.

Por fim, gostaria de convidá-lo a participar por meio dos comentários com a sua opinião.

Diga se você é um procrastinador e qual o perfil é mais parecido com o seu.

Também fique à vontade para compartilhar as suas experiências.


Se você gostou do que leu e acredita que pode ser útil a outras pessoas, compartilhe com seus amigos e colegas.

Aproveita e segue o perfil do Meu Bloco nas Redes Sociais:

Participe dos Comentários

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.