Os Princípios Fundamentais da República Federativa do Brasil estão dos artigos 1º ao 4º da Constituição Federal, sendo assim, as questões sobre este tema poderão contemplar qualquer um deles. 

Os Princípios Fundamentais podem ser divididos em – F O P.

Art. 1º – Fundamentos SO – CI – DI – VA – PLU.
Art. 2º – Poderes.
Art. 3º – Objetivos Con – Gara – Erra – Re – Pro.
Art. 4º – Princípios.


Art. 1º – República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados, Distrito Federal e Municípios, constitui-se em Estado democrático de Direito e tem como fundamentos:

Além dos fundamentos, por meio do artigo 1º é possível identificar as principais características do Estado; 

RFB – República Federativa do Brasil
República Forma de Governo
FEderação  Forma de Estado
União Indissolúvel – Junção que não pode ser dissolvida (desfeita)
Estados, Distrito Federal e Municípios  – Todos unidos formam a RFB
– Democracia Regime Político
– SIstema de Governo – PreSIdencialismo

Fundamentos da República Federativa do Brasil

SO – CI – DI – VA – PLU 

I – Soberania;
II – Cidadania;
III – Dignidade da Pessoa Humana;
IV – Valores Sociais do Trabalho e da Livre Iniciativa;
V – Pluralismo Político

I – Soberania;

– Algo que é superior;

– Destinada a todas as nações independentes;

– Possuem total poder e domínio dentro de seu território;

– Não são influenciados por outros Estados;

– Formada pelos diferentes órgãos, instituições e poderes que o organizam;

II – Cidadania;

– Condição de uma pessoa como membro de um Estado;

– Para o exercício de direitos e deveres civis, políticos e sociais;

Estabelecidos na Constituição;

III – Dignidade da pessoa humana;

– Conjunto de princípios e valores;

– Busca:

– Garantir que cada cidadão tenha seus direitos respeitados pelo Estado;

– Garantir o bem estar de todos os cidadãos;

IV – Valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;

Valores sociais do trabalho

– O trabalhador deve ser tratado como um ser afetuoso e limitado;

– Possuir um trabalho digno;

Livre iniciativa

– Atividades e organizações constituídas sem a participação do poder público;

V – Pluralismo político;

– Diversidade;

– Vários partidos políticos com direitos iguais para o exercício do poder político;

– Liberdade de manifestação;

– Várias ideias e opiniões, respeitando-se ambas;

Parágrafo único.
Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição. 

– O poder é do povo;
– Exercido por representantes: 

– Eleitos
OU
– Diretamente 

Representantes eleitos

Através de eleições, meio pelo qual o povo elege seus representantes, outorgando a eles a responsabilidade de gerir a coisa pública em prol de interesses da coletividade;

Diretamente

Através da manifestação de todos os indivíduos de uma coletividade;

Essa participação poderá ocorrer por meio de:

Plebiscito;

Referendo;

Iniciativa Popular;

Poderes da União


Art. 2º – São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.

– Organização do Estado brasileiro;

– A teoria da separação dos poderes surgiu da obra de Montesquieu (O Espirito das Leis – 1748);

– Foi agregada ao constitucionalismo;

– A separação de poderes funciona de maneira tripartite – L – E – J;

Independentes;

– Nenhum tem mais poder do que o outro;

– Não há hierarquia entre os poderes;

– Cada poder possui uma atividade principal e outras secundárias;

Harmônicos

– Ocorre um controle entre os poderes;

– Um fiscaliza o outro para não agir em desacordo com a lei;

– Sistema de freios e contrapesos;

– Chekes and balances;

– Poder Legislativo:

– Exercido pelo Congresso Nacional, que se compõe da Câmara dos Deputados e do Senado Federal (Art. 44, CF);

– Fiscaliza e elabora as leis, respeitando a Constituição;

– Poder Executivo:

– Exercido pelo Presidente da República, auxiliado pelos Ministros de Estado (Art. 76, CF);

– Função administrativa;

– Adota os princípios da representação e da soberania popular;

– Poder Judiciário:

– Composto por vários órgãos;

– Julga qualquer conflito no País, baseando-se nas Leis em vigor;

 Objetivos Fundamentais da RFB


Art. 3º – Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:

Objetivos = Metas a serem alcançadas;

CONGArRAERRAREPRO;

I – Construir uma sociedade livre, justa e solidária;

– Direito de ir e vir;

– Liberdade de expressão;

– Exercício da democracia;

– Prestar e receber apoio;

II – Garantir o desenvolvimento nacional;

– Busca-se o aperfeiçoamento e o desenvolvimento do Estado;

– Pessoas;

– Instituições;

– Política;

– Economia;

– Etc.;

III – Erradicar a pobreza e a marginalização e Reduzir as desigualdades sociais e regionais;

Erradicar a pobreza

– Eliminar pela raiz;

Marginalização

– Ação de colocar alguém numa condição inferior;

Desigualdade social 

– diferença econômica entre determinados grupos de pessoas em uma mesma sociedade;

Desigualdade Regional

– desigualdade que ocorre entre regiões, estados e cidades;

IV – Promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação;

O mais importante é o bem da coletividade;

Sem qualquer tipo de preconceito; 

Princípios nas relações internacionais


Art. 4º – A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes princípios:

– Aplicabilidade imediata;
–  Eficácia plena;

I – Independência nacional;

II – Prevalência dos direitos humanos;

III – Autodeterminação dos povos;

IV – Não-intervenção;

V – Igualdade entre os Estados;

VI – Defesa da paz;

VII – Solução pacífica dos conflitos;

VIII – Repúdio ao terrorismo e ao racismo;

IX – Cooperação entre os povos para o progresso da humanidade;

X – Concessão de asilo político.

Parágrafo único.

A República Federativa do Brasil buscará a integração
 1 – Econômica

Dos povos da América Latina

 2 – Política
 3 – Social
 4 – Cultural
Visando

 À formação de uma comunidade

Latino-Americana de nações

Conclusão

Então, se você memorizar:

– O art. 1º – Fundamentos;
– O art. 3º – Objetivos; 

– Fazer uma leitura atenta do art. 4º – Princípios das Relações Internacionais, certamente conseguirá resolver as questões tranquilamente, inclusive por meio de eliminação.

Por fim, não esqueça da importância de resolver simulados e questões para testar o seu aprendizado.


Referências

Esse conteúdo foi elaborado baseado em questões de provas anteriores e das seguintes autoridades no assunto:

Participe dos Comentários

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.